15.12.14

Leitura: Fangirl

Tava há muito querendo esse livrinho lindo. Fangirl tem essa capa linda e muitos bons comentários pelo mundo afora. Eu precisa dele. Aí, um dia desses, mamãezinha querida o comprou. E eu o li. Demorei uma semana, adiando a hora de dizer adeus.

A coisa toda é a seguinte: Cath vivia presa no seu confortável mundo de irmã gêmea, e acreditava que sua irmã Wren, estaria ali do ladinho dela pra sempre, ela viveria no mundo dos Magos para sempre, e tudo seria tão estável quanto vinha sendo, sempre. Mas daí, ela foi pra faculdade. Sua irmã não quis ser sua colega de quarto. Ela teve que enfrentar gente nova. Fora que a série Simon Snow está para acabar, e ela tem que terminar sua fanfiction, Vá em Frente, Simon antes do último livro sair. Mas ela vai percebendo que isso não pode ser sua vida. Que tem mais. Que ela gosta de um cara. Que ela talvez tenha outros amigos. Que talvez ser sociável como sua irmã tem seus risco, problemas e consequências.
Eu gostei muito do livro. Cath é um pouco bastante eu: introspectiva, com medo de mudanças radicais, estável numa rotina, e por isso, acaba se escondendo atrás de uma realidade que não é bem a sua. Amigos virtuais, pessoas que te admiram na internet, uma certa popularidade que não é real. Se esconder atrás de algo que gosta para definir sua personalidade. Mas na vida real? É aquela pessoa que você não conhece, porque prefere ficar trancado no quarto.
No começo eu fiquei com medo de a reviravolta da estória ser ela largar dessa vida, e viver de verdade. Porque eu sei que as coisas não são simples assim. Mas não, ela apenas foi lidando com isso. E foi isso que pegou no meu coração, assim como uma xícara de café quentinha abraça minha boca: o jeito que a coisa foi se desenrolando. Você nem percebe e rolou treta de cunho pessoal. E nem percebe, mas as coisas entram nos eixos. Tudo é sutil. É real.

Aliás, a coisa toda fica tão pessoal entre você e Cath. Você se sente como ela - ainda mais se você é do tipo dela -, você tem as dúvidas dela, e você vai evoluindo com ela.
A gente precisa mencionar o quanto Levi é importante, é claro: ó, o boy é uma gracinha em personalidade. Mas em aparência, eu só conseguia pensar numa versão mais testuda e muito mais feia do Matt Hitt. Mas ele é um amor.
Isso é eu. Abraçando o livro. Momento gay. Eu sei.
E é com muita alegria que eu anuncio que esse livro ganha cinco estrelinhas e um lugar no meu coração.

9 comentários:

  1. Livro baixado, na lista pra ler.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogpost.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha visto esse livro, achei legal ele.

    http://www.jessicarodrigues.com.br/

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Estou vendo muitas blogueiras falarem desse livro. Tem me dado vontade de compra-lo. Ele parece ser muito bom. Xoxo' <3
    Não sou uma It | Fanpage

    ResponderExcluir
  4. Que amorzinho, gostei bastante da indicação *-*


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  5. Parece ser bom, já li ótimas resenhas dele.
    E a sua é super positiva também, rs.
    Beijos!

    Blog Pam Lepletier / Canal / Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi! Estou louca para ler este livro, parece ser muito fofo. Gostei de saber mais sobre o enredo, adoro quando nos envolvemos tanto assim com um personagem. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que bacana, adorei *-*


    http://isabellalessa.com/

    ResponderExcluir
  8. Não curto muito ler livros e não sei muito por quê, mas serei sincera: este me despertou uma vontade tremenda de ler porque, assim como você, eu super me identifiquei com a história! Hahaha! Demais!

    Eu vou ver se minha mãe compra de natal, vai que né hsuhaus
    Beijos!

    madessy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Amo livros :) sempre me levam pra outra dimensão com certeza.
    bjos

    http://pequenamabi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

não vou retribuir sua visita.