17.7.14

Amor da minha estante: O salmão da Dúvida

Esses dias a gente saiu para comprar umas coisas para a reforma, e fomos na livraria só para ver se já tinha chego a revista que compramos todo mês. Mas é claro que, enquanto minha mãe via se a revista tava lá, e procurava uns livros, eu fui em busca desse livro, só para dar uma cheirada nele, porque sabia que mamis não compraria. Aí acho que ela se comoveu com minha saltitantidade do momento, e resolveu comprar. E nem preciso dizer que o livro é bom, porque é simplesmente algo escrito pelo Adams. E Adams > qualquer coisa.
Bem, o livro é uma seleção de textos do Adams que foi feito logo após ele ter morrido. E o livro é separado em três partes: A vida, O universo e E tudo mais. Sim. Muito criativo da parte do editor. Mas OK.
A primeira parte é A Vida. São textos sobre tudo um pouco. Experiências do moço, textos aleatórios, e coisas da vida (uhu). A melhor parte do livro, porque você tá praticamente lendo o blog dum cara muito legal. Essa foi minha sensação - e eu esperava por isso, então... Dessa parte, meus textos preferidos foram As vozes dos nossos dias passado, onde ele fala de seu amor pelos Beatles, o Y (lê isso como why, certo?) que é bem aleatório, mas maravilhoso e Introdução a Sunset at Blandings. OK, eu poderia falar mais todos os textos, mas assim, citando textos aleatoriamente por algo que eu lembro, acho que seriam esses.
 Aqui começa a parte sobre religião e tecnologia. Tem umas coisas aí que são meio difíceis de digerir, porque parece tão ultrapassado - e é... - e coisas que nem existem mais... Porém, as partes sobre religião - que uma coisa que eu queria muito ler - são incríveis.  Enfim. Meu texto preferido foi uma entrevista, a Entrevista à American Atheists.
Nessa parte tem o conto com ZB, os capítulos do livro não terminado e mais alguma coisa. A pate menos interessante do livro. Quer dizer, é bom, mas eu prefiro ficar lendo o resto. Aliás, já que estamos aqui, o conto com o Beeblebrox foi desapontante. Esperava algo muito mais ZB, mas né, ele quase nem é ZB...
E eu vou dar uma diquinha: se você for ler, não lê na ordem certa não. Começa lá no E Tudo Mais. Aí depois você volta pro início do livro e continua lendo. Melhor: Leia o E Tudo Mais, parte pro O Universo e termina em A Vida. O melhor jeito de lê-lo. Assim você deixa o melhor por final :)

"Essa é minha teoria. A obra de Douglas não é a grande arte de Bach ou o vigoroso universo pessoal de Blake, óbvio, mas acredito que meu ponto se sustente mesmo assim. É como se apaixonar. Quando você lê uma frase especialmente brilhante de Adams, sua vontade é cutucar o ombro do estranho mais próximo e mostrar para ele. O estranho pode até rir e parecer gostar do que está escrito, mas você se agarra à ideia de que ele não entendeu exatamente a força e a qualidade do texto, não tanto quanto você - da mesma forma que seus amigos também não sei apaixonam (graças a Deus) pela pessoa sobre a qual você não para de falar um minuto."
                      - Stephen Fry, pág. 17.
Se você ainda não leu nenhum livro do moço, o submarino vive com os Mochileiros em promoção. Mas é claro, mesmo que você não tenha lido o livro, lê esse. Lê sim. Mesmo que você não saiba do que se trata, ou porque você compraria algo do tipo, compra. É bom. O cara era um gênio.

6 comentários:

  1. Oba, que bom que voltou E. Nunca li nada dele, e nem me interessei, mas confesso que depois que você falou da questão de parecer o blog de uma cara legal me pareceu ser bom.♥

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha, parece bem legal o livro!

    ResponderExcluir
  3. Só li o primeiro livro da série o guia dos mochileiros da galáxia. Mesmo assim acho que leria esse livro que você resenhou.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Achei interessante, mas não é o tipo que eu curto ler.
    beijos!

    http://www.pamlepletier.com/

    ResponderExcluir
  5. Sua resenha ficou ótima que eu fiquei morrendo de vontade de começar o meu Mochileiro das Galáxias. Nunca li nadinha de nada do Douglas (apesar de ter 1 livro dele) e depois de todos esses seus comentários positivos acho que vou ler heheh.
    http://viagem-a-terra-do-nunca.blogspot.com/

    ResponderExcluir

não vou retribuir sua visita.