16.4.14

Leitura: O Amor nos Tempos do Cólera

Esse é um livro bem diferente do meu gosto literário. A justificativa por eu tê-lo é que eu ganhei de presente. E por isso, eu realmente não sabia o que esperar. Já tinha ouvido falar em alguns títulos do autor, aliás, acho que todo mundo já ouviu falar - manja do livro preferido de Alasca, de Quem é Você, Alasca?, sabe? então, é do mesmo cara! -, então esperava algo muito bom. Aliás, minha prima que me deu, disse que é um dos preferidos dela. Então, li toda empolgada.
No começo eu não tava no ritmo do livro. É uma escrita MUITO formal, com palavras bonitas demais para uma leitora de John Green e romances do mesmo tipo. Eu ficava pensando que era muito melhor ele não descrever as cenas do que descrever. Assim eu entendia melhor. Mas daí depois de umas trinta e seis páginas - mais ou menos isso... - a leitura começou a ficar muito boa, e eu me acostumei com a escrita. Mas, para mim, o livro só fica bom mesmo quando aparece Florentino Ariza.
E é mais ou menos isso o que é estável durante todo o livro: Fermina Daza, uma tia muito bonita e com muita atitude, encanta - vamos falar assim, porque o moço fica o resta da vida dele correndo atrás dela, então... -  o Florentino Ariza. Aí eles começam a se trocar cartas, e ambos - ... - se apaixonam - um pelo outro, entende? -, até que o pai da Fermina tem conhecimento deste fato, e impede o relacionamento, já que o Florentino é pobre. Aí Fermina Daza encontra o doutor Juvenal Urbino, e eles se casam. E durante toda a história, Florentino fica atrás de Fermina.

É claro que não é cru assim. Tem muita coisa no meio. Mas é muita coisa, e não tem como resumir direito, entende? Enfim. E tudo isso acontece no Caribe, numa época de epidemia de cólera.

Eu me apeguei ao Florentino porque o moço é um cara muito... diferente. E também a prima da Fermina, a Hilde......não-lembro-o-resto, que aparece pouco no livro, mas é legal.
A fonte é dum tamanho bom, o espaçamento também, mas a folha é inteira escrita, então, a leitura as vezes é meio lenta... Os parágrafos são enormes, assim como os capítulos. Mas OK. Achei o design do livro lindo. Tudo. A capa, as páginas, tudinho. *Ficou lindo na minha prateleira!*
Eu demorei sete dias para lê-lo, mas é porque é muito mais complicado do que a maioria dos livros bobos que eu leio, então eu estava lendo com muita atenção, e também não a qualquer momento, como geralmente faço: na frente da TV, ouvindo música, cuidando da minha irmãzinha...

Eu gostei muito do livro, e provavelmente vou procurar outros do escritor. Talvez O General em Seu Labirinto, porque, né...

E conferindo os nomes eu vi que tem um filme dele, então, vou procurar também!
*E eu gostaria de agradecer a minha prima, porque eu gostei muito do livro! ♥*
♥♥♥♥♥
Nota: 5/5
Beijos, E.

PS.:O livro era Praticamente Inofensiva. Uma pessoa acertou acertado, mas várias pessoas imaginaram que fosse da série Guia do Mochileiro das Galáxias! ê!

12 comentários:

  1. Mesmo sendo um livro com escrita bem formal como você disse, eu fiquei com vontade de ler. Achei o titulo bastante sugestivo.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amiga que ótima resenha esse livro deve ser ótimo
    Venha participar do sorteio de um ano do blog
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa, desde uns tempinhos pra cá eu quero ler algo do autor ("Do Amor e outros Demônios" mais precisamente) e tô tentando achar uma oportunidade pra fazer isso. Fico meio que com um pé atrás com Cem Anos de Solidão porque a história me pareceu menos atrativa do que a de Do Amor e outros Demônios e a mesma coisa aconteceu com O Amor nos tempos do Cólera. Mas eu ainda quero. Deve ser legal.

    ResponderExcluir
  4. A capa é super linda mas acho que não ia gostar se lesse :/

    http://indecision-s.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Ah, eu tenho esse livro! É muito bom!
    Mas ainda prefiro o "Cem anos de solidão"...indico essa leitura... :)
    Realmente, a escrita pede que a gente entre em um outro ritmo e jeito de pensar...
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Acho que não é meu tipo de livro, parece ser bom, mas não acho que eu o leio.

    sobela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Acho que já ouvi falar desse livro, e pela sinopse, algo do tipo o homem rico se apaixona pela mulher pobre ou o contrário não chama muita atenção, por que é um tema muito batido já, mas esse livro parece ser bem mais que isso, não vai pra minha listinha porque você falou que a leitura é lenta, e em tempos corridos prefiro livro mais rápidos de ler (rsrs).♥

    PiinkCookie.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Desde que comecei a estudar espanhol sonho em ler Garcia Marquez, mas como vai demorar um bom tempo até eu entender esse livro na língua original, acho que vou procurar para ler em português mesmo. rs

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. É sempre bom ganhar livro de presente, principalmente se ele for bom. Ainda não li este mas parece que tem uma história envolvente. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  10. Fiquei curiosa pra ler!
    Beijos
    http://queencami.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Parece legal, fiquei querendo :))

    http://historiaimperfeita.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Tem tag para você no meu blog.

    Thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir

não vou retribuir sua visita.